Light x Diet x Zero

 

Na busca por emagrecimento ou de uma alimentação saudável, nos deparamos com três nomes: Light, Diet e Zero. Mas afinal, qual a diferença?


DIET



O que é?
O termo só pode ser aplicado a alimentos destinados a dietas com restrição de nutrientes, como carboidrato, gordura, proteína ou sódio. Um chocolate diet, por exemplo, não contém açúcar. Já uma bebida diet deve possuir um teor de açúcar menor que 0,5g/100ml - esse limite pode ser maior nos refrigerantes dietéticos em que é adicionado suco de fruta.

Consumidores:
Os consumidores de produtos diet normalmente apresentam condições metabólicas ou fisiológicas específicas. Precisam de alimentos especialmente formulados, que eliminam ou substituem algum componente como o açúcar (diabéticos), e o sal (hipertensos).

Mitos:
É comum produtos diet serem associados a emagrecimento, mas muitas vezes o valor energético não é menor do que o de produtos convencionais. Pode até ser maior. O chocolate diet  não contém açúcar, mas é gorduroso e calórico – mais que o similar não diet. Em outros casos, o nutriente eliminado (sódio ou proteína, por exemplo) pode não interferir na quantidade de calorias.

Chocolate:
No chocolate diet, o açúcar é substituído pelo adoçante. Para preservar a consistência e torná-lo mais palatável, o fabricante muitas vezes adiciona gordura à fórmula, por isso o valor calórico aumenta. Assim, o produto é indicado para os diabéticos, mas não traz vantagem para quem quer perder peso.

Refrigerantes:
Nos últimos anos os rótulos de vários refrigerantes foram alterados. O termo diet foi substituído por light. A Coca-Cola Light, por exemplo, é antiga Coca-Cola Diet. A mudança dos componentes edulcorantes (substâncias adoçantes) fez com que as bebidas ficassem mais saborosas. O açúcar continua eliminado da fórmula, por isso apesar do nome o produto ainda é considerado dietético.

Rotulagem:
É exigência da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que todo produto diet contenha no rótulo a frase "Consumir preferencialmente sob orientação de nutricionista ou médico". Além disso, é aconselhado um alerta aos diabéticos quando o alimento contiver glicose, frutose ou sacarose, e o aviso "Contém fenilalanina" quando houver adição de aspartame à fórmula. No caso de alimentos que possuem em sua composição trigo, aveia, cevada, centeio e derivados, o rótulo deve conter a advertência “Contém Glúten”. Caso contrário, “Não contém Glúten”.

 


 

LIGHT

O que é?
O termo light pode ser utilizado em produtos que tenham baixo ou reduzido valor energético ou valor nutricional. Os alimentos light devem ter no máximo 40kcal/100g em produtos sólidos. No caso de bebidas, a proporção é de até 20kcal/100ml ou a redução mínima de 25% em termos de calorias, em comparação com produtos similares convencionais. O produto ao qual o alimento é comparado deve ser indicado no rótulo.

Consumidores:

São pessoas saudáveis que buscam produtos com menos calorias ou com quantidade reduzida de algum nutriente, em comparação com o mesmo alimento em sua fórmula convencional. Esses alimentos são recomendados, por exemplo, em dietas para perder peso.

Mitos:
Produtos light só ajudam a perder peso caso haja diminuição significativa no teor de algum nutriente energético. Também é importante ressaltar que o consumo em excesso de um produto que contém menos calorias em relação ao original pode encadear a ingestão de uma quantidade igual ou até maior de calorias, comparada ao consumo moderado de algo não-light.

Chocolates:
O chocolate light traz a redução de algum nutriente específico ou do valor energético. É preciso consultar a tabela nutricional, na embalagem, para saber se essa redução é conveniente para a dieta do consumidor. Para quem tem alguma restrição alimentar, o chocolate light pode não ser o mais indicado.

Refrigerantes:
A maioria dos refrigerantes light também pode ser classificada como diet, uma vez que é livre de açúcares. A confusão para os consumidores aumentou com a chegada da Coca-Cola Zero. Sua formulação é quase idêntica à da light, e ela também não possui açúcar. Essas apostas fazem parte de uma estratégia de marketing, que busca atingir públicos diferentes com produtos bastante semelhantes.

Rotulagem: Não é exigida nenhuma informação em especial no rótulo.

 

ZERO


Os produtos zero não possuem muita diferença quando comparados aos produtos diet, neles também existe a isenção de alguma substância presente no alimento original. A única mudança é que os alimentos zero geralmente possuem menos quilocalorias que os produtos originais.
Mas especialistas afirmam que não fazem bem para saúde se consumido todos os dias, já que podem provocar hipertensão ou agravar o caso com o passar do tempo, devido ao alto teor de sódio. E podem causar inchaço, pois retém líquidos.

Fontes: veja.abril.com.br, bancodesaude.com.br, acessa.com

 

Diet - quem tem restrições alimentares. Light - possui menos calorias. Zero - menos calorias e com restrições de alimentos.
Analise e veja qual é o seu caso. Sempre olhem os rótulos dos alimentos e de preferência, consultem algum nutricionista para indicar qual é o melhor para você.

 

Postado por: @mandjer

 

 


Postado por Dicas de Garota às 11h04
  | Encaminhar Este Post

 "Quero fazer Intercâmbio."



Sair do Brasil, conhecer novos lugares, países, novas culturas... Se esta é sua idéia, e pretende fazer um Intercâmbio, leia este guia para esclarecer alguma das principais dúvidas existentes.

 Como escolher a acomodação?

Depende do programa e do perfil do estudante; ou seja, tudo vai depender de você, de como é sua personalidade... Enfim, até onde você encararia sua mais nova independência. O melhor custo-benefício é ficar em casa de família, pois as refeições estão incluídas e você tem grande contato com o idioma. Quem busca mais independência opta por residências estudantis. Se dinheiro não for problema para você é possível alugar apartamentos ou flats.

Qual é a duração mínima e máxima do programa?

Não existe um tempo máximo, mas o curso completo de inglês (do básico ao avançado) tem, pelo menos, 36 semanas de aula.

É preciso fazer um plano de assistência médica antes de viajar?

É importante ter uma boa cobertura internacional, mesmo que o país de destino não exija. Os tratamentos médicos no exterior são caros e a assistência é essencial para que o estudante esteja amparado dos casos simples, como um resfriado, aos mais complicados.

Como levar o dinheiro?

É recomendável que apenas uma parte esteja em espécie. Cartões de crédito são opções seguras, mas diferenças no câmbio podem trazer prejuízos aos viajantes. Travellers checks ainda são usados, mas existem cartões de débito que podem ser carregados no Brasil, em reais, e utilizados no exterior, independentemente da moeda do país.

Qual é a idade mais indicada?

Não faz muita diferença a idade do intercambista. O importante é a maturidade que ele tem para viajar, se este é o seu caso, esta nova experiência poderá trazer grandes benefícios (especialmente para os adolescentes). Atualmente existem programas para pessoas dos 8 aos 80 anos, é só consultar as empresas de viagem/turismo/intercambio.

Com quanto tempo de antecedência a viagem deve ser marcada?

É claro que quanto mais cedo, melhor. Para países que não exigem visto, é preciso pelo menos um mês, desde que a documentação do estudante esteja em dia. Mas o ideal é você se planejar com antecedência, por que isso te dará mais tempo para juntar a grana, visto (como no caso do EUA)... Etc.

Como evitar problemas na adaptação do intercambista?

A preparação não deve começar só na véspera da viagem. Você vai ter que estar receptivo a aceitar essa nova cultura aonde você irá se inserir. É importante criar novos vínculos no país e se distanciar um pouco do Brasil. Se você é novo, deve evitar entrar em contato um pouco com seus pais (se isso for possível!) para que você fique mais independente... Não adianta ficar horas por dia ao telefone numa ligação DDI onde em cada lado da linha as pessoas estão chorando. Ao se decidir por um intercâmbio, isto deve ser encarado como um ato de independência e coragem...

 É melhor "fugir" dos brasileiros para praticar o inglês?

Bem... Se o seu intercâmbio tem uma duração de 6 meses ou mais, tudo bem, afinal falar/conversar com brasileiros no exterior  não vai te prejudicar tanto no aprendizado do novo idioma... Mas se você está indo para ficar em tempo menor, de certa forma este contato pode atrasar um pouco seu aprendizado... Mas não exagere! Não significa que você tem que fugir dos brasileiros! Afinal, você numa terra estranha, com pessoas estranhas, pode se sentir muito só e diferente, e estar em contato com outros iguais a ti podem ajudar a enfrentar barreiras que de vez enquanto surgem como a solidão e a saudade.

PS.: Esta decisão de realizar este programa deve ser uma decisão certa e é claro com a sua aceitação. Não adianta fazê-lo se são apenas seus pais que querem... Afinal é um programa que irá trazer muitas vantagens para você, como independência, fluência em novo idioma, conhecimento de novas culturas, amigos... Porém no início pode ser um pouco dificultoso, bate a saudade... Você sente que tudo é diferente... E quem sabe até o desejo de voltar mais cedo... Por isso, decida com o coração e a cabeça. E se você realmente decidir que ainda quer ir, boa sorte, faça suas malas (opa! Aqui no Mercado Livre tem ótimas opções de malas com preços em conta) e boa viagem!

Postado por: @Raquel_J

Postado por Dicas de Garota às 21h08
  | Encaminhar Este Post

"Quero ser jornalista quando eu crescer!"

 

JORNALISMO

O que aconteceu, quem está por trás do fato,quando ocorreu, onde, como e por quê. A resposta para cada uma dessas perguntas está estampa danos jornais, revistas, sites e até mesmo nas matérias que aparecem na televisão e no rádio. Desvendar fatos é o trabalho do jornalista, que sai às ruas diariamente atrás de histórias que são do interesse da sociedade. "O jornalista é o profissional que tem acesso a fontes de informação e as repassa a seus leitores, ouvintes e telespectadores", define Mauro Tagliaferri, correspondente da Record em Lisboa, Portugal. O jornalista é o profissional da notícia: ele descobre o fato, checa sua veracidade, escreve e edita reportagens e entrevistas, adaptando o tamanho, a abordagem e a linguagem dos textos ao veículo e ao público a que se destinam. Senso crítico, curiosidade e criatividade são essenciais na profissão. Um exemplo de sucesso resultante da conjugação dessas três características é o trabalho da jornalista Lina Cavalcante, que viu seu blog ser transformado em um quadro para um programa de televisão. "Quando mudei para Fortaleza, trabalhava a uns cinco quarteirões de casa e passava por um importante centro comercial. Como sempre gostei de moda, resolvi montar um blog com as peças que descobria nesse caminho. O que era uma coisa pequena se transformou em um projeto que deu certo." Assim como Lina, todo jornalista precisa desenvolver o faro para identificar o que é notícia e ter iniciativa para cavar o seu lugar no mercado. Mauro Tagliaferri deixa a dica: "Além de jornais, revistas e assessorias de imprensa, eu apostaria nas novas tecnologias, como a TV e o rádio digitais e a produção de conteúdo para internet e celular."


O mercado de trabalho

A comunicação corporativa ou empresarial é uma área promissora para os recém-formados, pois ela oferece mais oportunidades de trabalho do que as redações de revistas, jornais e agências de notícias. Uma pesquisa com mil grandes empresas nacionais e estrangeiras, encomendada pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), em 2008, revelou que cerca de 65% das companhais entrevistadas pretendem aumentar os investimentos em comunicação nos próximos anos, o que deve ampliar a procura por profissionais formados em Jornalismo.Segundo Ângela Schaun, coordenadora de Extensão do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, as mídias digitais são outra área relevante para o graduado em Jornalismo. "Esse mercado está em expansão, já que proliferam a versão on-line das revistas segmentadas, as páginas das empresas na internet, os sites independentes e os blogs", diz ela. O profissional que optar por uma área específica do Jornalismo, como moda, ciência, saúde, meio ambiente e tecnologia, por exemplo, encontra espaço para atuar como redator setorizado, seja em mídia digital, seja na impressa. Os maiores empregadores continuam em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília, mas cresce o número de oportunidades em cidades do interior, sobretudo da Região Sudeste.

http://www.youtube.com/watch?v=PvCSmAAP5wU (Vida de Estagiário na Redação da Revista Capricho- Jornalismo)

O curso

As disciplinas básicas são língua portuguesa, economia, teoria da comunicação, filosofia, história da arte e sociologia. Matérias específicas também compõem o currículo, como jornalismo interpretativo e informativo, técnicas de redação e edição de texto, novas tecnologias de comunicação e design gráfico. Há aulas práticas de fotojornalismo, jornalismo impresso e on-line, rádio e TV. Em algumas escolas, o curso é oferecido como habilitação do curso de Comunicação Social. Os alunos precisam apresentar um trabalho de conclusão de curso para receber o diploma. Já o estágio, embora não seja obrigatório, é recomendável, pois pode abrir portas no mercado de trabalho.

Duração média: quatro anos.


O que você pode fazer

Assessoria de imprensa
Promover o contato entre uma organização e a imprensa, a fim de divulgar o nome da empresa, seus valores e produtos. Elaborar publicações destinadas a funcionários, clientes e fornecedores.

Edição
Definir o enfoque e o tamanho da reportagem e escrever o texto final. Em veículos impressos e na internet, selecionar fotos e ilustrações que serão usadas. Em rádio e TV, combinar imagens e/ou sons numa mesma fita para dar forma final a documentários e noticiários.

Fotojornalismo
Fotografar cenas reais, pessoas e acontecimentos para reportagens em jornais, revistas ou internet.

Reportagem
Coletar informações e redigir textos para divulgação em rádio, televisão, jornais, revistas ou internet.



próximo curso: Medicina

postado por: @fer_rigon

Postado por Dicas de Garota às 18h16
  | Encaminhar Este Post

welcome

Sejam bem vindas ao Dicas De Garota. Mi casa és su casa! Sinta-se a vontade para navegar pelo site, ver as dicas, comentar e curtir.

menu

O menu está localizado na parte superior do layout, por questões estéticas e de melhor visualização. Como sabem, não sou perfeita, então caso achem qualquer erro, contatem o mais rápido possível para o @nieleperes ou no formulário na página do "about"

sobre o dicas

Dicas começou com um perfil no Twitter. No começo, meio desanimado. Mas tivemos o apoio da Banda Hori e agora somos o que somos agora graças a vocês. O site está em sua primeira versão. Decidimos usar garotas "desconhecidas" dessa vez, segue o mesmo esquema do nosso BG no twitter. Layout feito pela @fraanbachetta.

? contador

Garotas online:
Visitantes: visitantes

Arquivo

10/04/2011 a 16/04/2011
03/04/2011 a 09/04/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
13/03/2011 a 19/03/2011
06/03/2011 a 12/03/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
20/02/2011 a 26/02/2011
13/02/2011 a 19/02/2011
06/02/2011 a 12/02/2011
30/01/2011 a 05/02/2011
23/01/2011 a 29/01/2011
16/01/2011 a 22/01/2011
09/01/2011 a 15/01/2011
02/01/2011 a 08/01/2011
26/12/2010 a 01/01/2011
12/12/2010 a 18/12/2010
05/12/2010 a 11/12/2010
28/11/2010 a 04/12/2010
14/11/2010 a 20/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
24/10/2010 a 30/10/2010
17/10/2010 a 23/10/2010
10/10/2010 a 16/10/2010
03/10/2010 a 09/10/2010
26/09/2010 a 02/10/2010
19/09/2010 a 25/09/2010
12/09/2010 a 18/09/2010
05/09/2010 a 11/09/2010
29/08/2010 a 04/09/2010
22/08/2010 a 28/08/2010
15/08/2010 a 21/08/2010
08/08/2010 a 14/08/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
25/07/2010 a 31/07/2010
18/07/2010 a 24/07/2010
11/07/2010 a 17/07/2010
20/06/2010 a 26/06/2010
13/06/2010 a 19/06/2010
06/06/2010 a 12/06/2010
30/05/2010 a 05/06/2010
23/05/2010 a 29/05/2010
16/05/2010 a 22/05/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
25/04/2010 a 01/05/2010
18/04/2010 a 24/04/2010
11/04/2010 a 17/04/2010
28/03/2010 a 03/04/2010
21/03/2010 a 27/03/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
07/03/2010 a 13/03/2010
28/02/2010 a 06/03/2010
21/02/2010 a 27/02/2010
14/02/2010 a 20/02/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
31/01/2010 a 06/02/2010
24/01/2010 a 30/01/2010
17/01/2010 a 23/01/2010
10/01/2010 a 16/01/2010
03/01/2010 a 09/01/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
20/12/2009 a 26/12/2009
13/12/2009 a 19/12/2009

? créditos

HTML POR DANNY PERES. Pede-se não copiar. Todos os direitos reservados a Dicas de Garotas - 2009~
{x} ~ {x}

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular